Blog     |      +55(61) 4103-8723

Menu

WhatsApp                        

Mini carrinho

SAIBA EM QUE DIFEREM ENTRE SI OS ORGÃOS REGULADORES DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA
SAIBA EM QUE DIFEREM ENTRE SI OS ORGÃOS REGULADORES DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA

Saiba em que diferem os órgãos reguladores da educação brasileira

A maior parte dos profissionais, mesmo aqueles que são portadores de educação superior e pós graduação desconhecem as reais funções dos órgãos reguladores da educação brasileira. Infelizmente não são poucos os professores que se enquadram nesse grupo de pessoas desprovidas desse conhecimento. Eles acreditam que o MEC resolve absolutamente tudo. Diante desses devaneios esse artigo foi escrito de forma bastante sucinta e prática para evitar esse erro para aqueles que desejam se informar e não serem mais manipulados.

Seguem abaixo as funções dos respectivos órgãos regulamentadores da educação brasileira e também a aplicabilidade da LDB.

Secretaria estadual de educação

A Secretaria de educação estadual (seja de qual for o estado) regulamenta o credenciamento dos cursos de ensino fundamental, médio, EJA e demais cursos técnicos. Ela somente pode regular a educação no Brasil e não no exterior.

MEC

O Ministério da Educação somente regulamenta o funcionamento dos cursos superiores e de graduação. Ele somente pode regular a educação superior no Brasil e não no exterior. Ao MEC não cabe a responsabilidade de revalidar ou convalidar cursos superiores cursados no exterior. A isso cabe as universidades federais brasileiras no caso de revalidação ou faculdades particulares no caso de convalidação ou aproveitamento de disciplinas cursadas no exterior.

CAPES

A CAPES é um órgão regulador dos cursos de Stricto Sensu (mestrado e doutorado). Ela não é um órgão regulador da educação mundial. Ela somente pode regular esses programas no Brasil e não no exterior. A CAPES não possui poder para revalidar diplomas estrangeiros de mestrado ou doutorado. Isso cabe as universidades federais ou particulares.

A LDB

A LDB é a lei que rege a educação no Brasil em todos os níveis. Ela está abaixo somente da constituição Federal. Ela detalha todos os níveis de educação. A respeito dos cursos de educação continuada, profissionalizantes, cursos de idiomas e cursos livres, os mesmos são previstos na LDB e não precisam de quaisquer autorizações do MEC ou da Secretaria de Educação. Os mesmos já possuem o devido amparo legal com base na constituição Federal brasileira e na própria LDB.

Esse é um esclarecimento rápido e simples para que as pessoas parem de incorrer nesse erro brutal.

O que é o PhD e como você poderá conquistá-lo?
O que é o PhD e como você poderá conquistá-lo?

Muitas pessoas não entendem de fato esse título. Muitas delas ainda acreditam que o PhD é um pós doutorado.

Na verdade o objetivo desse pequeno artigo em questão é dizer que essas pessoas não somente estão erradas como também informar as mesmas como pode-se alcançar esse nível acadêmico.

História da titulação

Nas universidades medievais, estudos eram organizados em quatro faculdades: artes, teologia, direito (canônico e civil) e medicina.

A situação se modificou no século XIX quando ocorreram reformas educacionais na Alemanha, pelo modelo adotado pela Universidade Humboldt de Berlim.

Nesta reforma, o estudante que cursava a área de humanidades poderia seguir o curso que culminava com o doutorado em filosofia.

Este modelo de ensino foi adotado em outros países, sendo que nos Estados Unidos o título de Ph.D. começou a ser fornecido em 1861 pela Universidade Yale para os alunos que forneciam a tese nas áreas de ciências exatas ou humanidades.

É importante que se entenda que existe uma variedade de doutorados.

Conceituação do PhD

O PhD pode ser entendido hoje como um doutorado para cientistas. O portador desse título, não apenas pode atuar em sala de aula, porém também poderá coordenar um laboratório de pesquisas. Uma pessoa portadora de um simples doutorado não tem autonomia para liderar um laboratório de pesquisas.

O PhD seria uma espécie de doutorado mais avançado. O termo filosofia não se relaciona neste título apenas ao campo da filosofia propriamente dita, mas provém do sentido grego da palavra, que é amor ao conhecimento, sendo que o título de PhD é então fornecido na Europa para os campos de medicina e direito.

O termo filosofia advém do ensino de artes liberais, baseada na ementa da Universidade Humboldt de Berlim, uma vez que até o início do século XIX muitos dos cursos de graduação atuais nem existiam, e a filosofia era composta de ementas de diferentes cursos atuais.

A Sigla PhD significa Doctor Of Philosophi (Doutor em Filosofia). Entende-se que todas as ciências foram originadas da filosofia, sendo assim a pessoa pode ser um Doctor Of Philosophi Whith a Major in Administration (Doutor em Filosofia com área de concentração em Administração). Isso é apenas um exemplo, porém pode abarcar diversas áreas do saber humano, variando das humanidades às disciplinas científicas.

O PhD no Brasil

O PhD é utilizado nos países de língua anglosaxonica. No Brasil essa titulação propriamente dita não existe. Para se ter um grau de PhD de verdade somente pode ser feito em universidades americanas ou algumas universidades européias. No Brasil existem graus equivalentes porém jamais o PhD propriamente dito. As universidades brasileiras fornecem o título de DSc (Scientiae Doctor, Doctor of Science ou Doutor em Ciências) para as pessoas que completam um curso de doutorado, sendo este título (DSc) equivalente ao PhD obtido em universidades de outros países. Um Doutor em Filosofia, abreviado nos países anglófonos como PhD, Ph.D., DPhil ou D.Phil. (do Latim philosophiae doctor ou doctor philosophiae), é um título fornecido pelas Universidades reconhecido como grau terminal nos países de língua inglesa.

As Universidades que outorgam o PhD

Para receber o título de PhD é essencial ter um bom currículo acadêmico, já ter um histórico de publicações em veículos científicos ou através da obtenção de patentes, além de qualidades e experiência em pesquisa. Temos várias universidades como Harvard, Oxford. Pricenton e até a EBWU – Emil Brunner World University que concedem esse grau.

Como receber o PhD?

Esta titulação é outorgada para o acadêmico que produz uma tese original. Geralmente as pessoas que recebem esse grau possuem o mestrado previamente. Porém o mestrado não é pré Requisito para receber essa titulação.

Importante saber que a pessoa em caso de aprovação para ingressar no PhD não precisa necessariamente de um mestrado.

A duração do programa é de 4 anos, porém caso a universidade entenda, ela poderá fazer a pessoa apenas defender sua tese. Em caso de aprovação ela pode receber o título.

Como escolher a Universidade para cursar o seu PhD nos Estados Unidos da América?

Para isso é necessário muita cautela. Apesar das universidades americanas serem organismo autônomos (elas funcionam por si mesmas) é importante você levar em considerações alguns fatores a seguir:

  1. Acreditação da Universidade:A Acreditação é uma ação opcional de gestão educacional da Instituição Universitária nos EUA, mas não praticada na gestão educacional da maioria dos outros países, inclusive os de Língua Portuguesa. Acreditação é a validação do programa de instrução de uma universidade por uma agência autorizada a prestar uma avaliação acadêmica do processo de concessão de grau da instituição. Não é geralmente praticada em países fora dos Estados Unidos. Os ministérios da educação nos diferentes países regulam suas próprias faculdades e universidades. Nos Estados Unidos, existem associações de acreditação regionais, além de organizações privadas selecionadas, que credenciam áreas específicas (por exemplo, negócios e enfermagem). O que não é conhecido para a maioria dos estudantes é que o governo dos Estados Unidos não controla ou regula faculdades, universidades ou associações de acreditação, exceto em relação com o reembolso de valores aos estudantes que se qualificam para esses fundos. As Universidades Americanas são órgãos autônomos que são submetidos as suas próprias normas estatutárias e de seu Estado Americano de Origem. Mesmo assim as universidades que possuem certo prestigio nos estados Unidos da América gozam da acreditação de uma associação acreditadora universitária. A acreditação universitária nos Estados Unidos é algo opicional. Não é porque uma universidade não possui uma agencia acreditadora que ela esta ilegal. Existem várias universidades nos Estados Unidos que atuam a décadas sem acreditadoras e nem por isso são ilegais. Porém recomenda-se que você procure universidades que possuam acreditações de agencias acreditadoras americanas.
  2. Corpo Docente:Você deve ter acesso para verificar a qualidade do corpo docente disponibilizado pela universidade em questão. Procure saber se a mesma possui a maiore parte do seu corpo docente de doutores e até mesmo pós doutores.
  3. Modalidade de Ensino:Procure universidades que possam oferecer as principais modalidades de ensino: Presencial ou á distancia. Você deve pensar nisso, pois caso queira quaisquer uma dessas modalidades, as mesmas possam estar disponíveis para você. Caso queira estudar presencialmente veja se facilmente esta instituição de sua pretensão oferta espaço físico adequado para seminários e defesa da tese. Em caso de desejar estudar a distancia, se certifique de que essa instituição tenha e oferte tecnologias adequadas e sistemas para o ensino EAD de maneira satisfatória.
  4. Metodologia de Ensino:Certifique-se que a instituição oferece metodologia de ensino adequada que seja apoiada e aprovada por pesquisadores das áreas das ciências educacionais.5. Integridade Institucional: Verifique se a instituição de ensino pretendida por você possui “sujeira debaixo do tapete”, se possui ou não reclamações na internet, se a mesma responde a alguma ação judicial ou até mesmo criminal, se a mesma possui nome sujo, se a mesma possui alunos falando bem ou mau dela. Verifique também sua avaliação na internet. Todas essas são maneiras de evitar problemas futuros.
  5. Departamento de Educação:Não há Ministério da Educação nos EUA, no formato usual de muitos outros países. Há o Departamento de Educação que prioriza o controle da Educação como um todo (verbas, aspectos constitucionais, bolsas de estudos, entre outros). As Secretarias de Estado têm a plena autonomia legal para autorizar e legislar o funcionamento das instituições de ensino superior em seus próprios Estados. As Faculdades e Universidades Americanas gozam, nos EUA, verdadeiramente, da plena autonomia universitária para seu funcionamento desde que sejam obedecidas as leis pétreas constitucionais. As universidades americanas são registradas estadualmente. Elas devem estar registradas junto ao departamento de educação do seu estado. Verifique se a mesma possui esse registro e de preferências aquelas que são registradas nesses órgãos.
  6. Cursos semelhantes no Brasil:Dê preferência as universidades que ofertam seus cursos com a carga horária superior a exigida no Brasil, com a grade de disciplinas semelhantes a adotadas no Brasil. Isso em caso de desejar revalidar o seu diploma (nem todos os casos você precisa revalidar pois depende de cada caso) isso será essencial.
  7. Que forneça a documentação Legalizada para seu país:Dê preferências as universidades que além de lhe entregarem o diploma no termino do curso, que ela lhe auxilie para legalizar sua documentação de conclusão em seu país. Isso pode ser feito por meio da legalização consultar ou até mesmo por meio da notaria e apostilamento conforme a Convenção de Haia (em caso de país signatário dessa mesma convenção.
  8. Universidade que presta consultoria ou assessoria para revalidação do seu diploma:A revalidação nem sempre é necessária. Não vamos falar disso agora. O fato é que você deve priorizar universidades que possam lhe auxiliar nesse processo. Universidades que não somente possuam profissionais da área para lhe ajudar nisso, mas que também entendam o processo para te auxiliar após a conclusão do seu curso. 10. Universidade que seja aberta para brasileiros: A maior parte das universidades americanas exigem que seus alunos falem o inglês fluente. Isso pode ser um problema para muitos. Dê preferência para universidades que recebam bem os brasileiros e que também possam se comunicar bem com você.

 

 

SUGESTÃO DE UNIVERSIDADE

Agora iremos expor uma opinião acerca de uma universidade que possui as características acima citadas como padrão. A recomendação é a EBWU – Emil Brunner World University. 1. Acreditação da Universidade: A EBWU possui acreditação pelo menos de 5 acreditadoras de respeito nos Estados Unidos da América: International Association of Universities, American University Consortium, AAHEA, IOED, California University.

  1. Corpo Docente:Mais de 80% do corpo docente da EBWU são doutores e até mesmo pós doutores brasileiros e fluentes em português.
  2. Modalidade de Ensino:A EBWU oferta todos os seus programas na modalidade EAD. Isso quer dizer que você não precisará viajar para cursar seu PhD. Para aqueles que desejam viajar para defender sua tesa na universidade, a EBWU possui um espaço (alugado) que serve perfeitamente para: defesas, workshops, seminários, aulas.
  3. Metodologia de Ensino:A EBWU possui duas metodologias e adota as mesmas para ambas as modalidades. São as seguintes metodologias: PBL e Macipies.
  4. Integridade Institucional:A EBWU possui uma das melhores avaliações da internet. Possui vários depoimentos favoráveis de alunos. Possui mais de 100 mil seguidores na internet e é a única universidade nos estados unidos que possui um convenio com a secretaria de Justiça de Santa Catarina. A mesma oferta a duração dos seus programas de acordo conforme estabelecido pela Comissão Independente para a Educação na regra 6E 2004 (4) FAC. A autorização dos seus cursos estão de acordo com a Section 1005.06 (1)(f), FS e de acordo com a Rule 6E-5.001, Fla, Admin. Code.
  5. Departamento de Educação:A EBWU-Emil Brunner World University é uma universidade registrada na Flórida sob o código de Autenticação Número 141203101417-800277052878#1 desde 2014. Está devidamente registrada no Departamento de Educação da Flórida e está devidamente autorizada pela Comissão para Educação Independente para sua atuação.
  6. Cursos semelhantes no Brasil:Os Programas de ensino da EBWU são equivalentes, correlatos iguais ou semelhantes com carga horária superior aos cursos ofertados em mais de 100 países incluindo o Brasil.
  7. Documentação Legalizada para seu país:Caso seja desejo do aluno o mesmo poderá notariar e apostilar seu documento conforme reza a Convenção de Haia. Quando pedido pelo concludente a EBWU se compromete a encaminhar os documentos de conclusão de quaisquer um de seus programas para ser notariado e apostilado conforme a convenção supracitada, sem que aluno precise ir a Miami-FL.
  8. Universidade que presta consultoria ou assessoria para revalidação do seu diploma:A EBWU oferece orientações totalmente inclusas nos valores de seus programas para alunos brasileiros que desejam buscar a revalidação do seu diploma no Brasil. A mesma possui uma equipe bastante qualificada para auxiliar seus alunos. 10. Universidade que seja aberta para brasileiros: A EBWU foi aberta como a Universidade Americana para Brasileiros em todo O Mundo que Não Falam Inglês. A diretoria da mesma é composta por brasileiros, além da maior parte do seu corpo docente. Nela você não precisará saber falar inglês para estudar.

Gostou?

Para saber acerca do programa de PhD acesse: www.ebwus.com/BR https://ebwus.com/BR/index.php/doutorado.html https://ebwus.com/BR/index.php/doutorado/doutorado-em-gest-o-publica-e-politicas-penitenciarias.html

Dr. Ítalu Colares, PhD

Pós Doutorando em E-Learning pela Universidade Fernando Pessoa- Portugal Consultor Educacional

10 Passos Certos Para Você Tornar o Seu Curriculum Imbatível
10 Passos Certos Para Você Tornar o Seu Curriculum Imbatível

10 Passos Certos Para Você Tornar o Seu Curriculum Imbatível. Estes passos são essenciais para você que deseja estar a frente do mercado de trabalho. Essas dicas já serviram para inúmeras pessoas e com certeza irão lhe ajudar pela busca do sucesso profissional independente de sua área de atuação. Se você desejar atuar na docência ou funcionalismo público elas irão lhe ajudar.

1. Seja você Esse ponto é muito importante pois a mentira tem perna curta. As vezes as pessoas no desespero procuram fingir quem elas não são para assumir um determinado cargo ou emprego. Diante disso, muitas pessoas depois de atuarem em determinada área que não possuem afinidade, levam essas atividades sem motivação alguma e também sem nenhuma realização. Cumprem horas obrigatórias e passam infelizes durante toda a semana. Quando chega o final de semana a alegria dura pouco. Você deve procurar uma área que você tenha afinidade, prazer, alegria e algo que você realmente acredite. Sem isso você será mais uma das muitas pessoas com um emprego ou em atividades que se encontram infelizes e desiludidas em nossa sociedade. Outra coisa importante é que essas pessoas gastam palavras em seu curriculum dizendo o que elas fazem e não aquilo que elas são. Se diferencie no mercado. Coloque as virtudes que você possui que poderão somar para o órgão e empresa que você esta se candidatando. Com certeza irão te olhar com outros olhos.

2. Faça um Teste Vocacional O teste vocacional serve para apontar as profissões e atividades que você tem afinidade. Recomenda-se que você procure um psicólogo vocacional ou até mesmo um psicanalista para lhe ajudar a saber no que você mais possui afinidade. Não se engaje em uma área que você não goste. Isso lhe trará mais infelicidade do que o capital que você almeja.

3. Continue fazendo cursos Você deve sempre estudar. Isso também serve para áreas que você tem afinidade. Sejam cursos presenciais ou EAD, você deve continuar estudando. Você deve fazer cursos não apenas em uma única área. Pense bem, você ama várias coisas na vida. Diante disso, você deve procurar cursar cursos que abarquem diversas áreas que você tem afinidade. Quem tem mais oferece mais. Se você estudar apenas uma área, você ficará restrito em sua atuação. Você deve fazer cursos livres, qualificação profissional, educação continuada, cursos superiores, cursos de extensão, especialização, mestrado, doutorado e até pós doutorado. Se fizer isso estará sempre na frente do mercado de trabalho e pronto para novas possibilidades.

4. Aprenda um novo idioma Um novo idioma sempre ajuda. Dê preferência aos seguintes idiomas: alemão, espanhol, inglês, francês. Claro que você aprendendo idiomas não muito falados você possui grandes chances de se tornar referencia no mercado e assim você será único.

5. Partícipe de ações sociais Ações sociais são ótimas para adquirir novas experiências, conhecer pessoas e aprender coisas novas. Essas mesmas poderão ser aproveitadas como horas complementares em faculdades nos cursos superiores e também em sua experiência curricular. Também poderá somar pontos para você em concursos públicos.

6. Seja filiado a entidades Ser filiado a entidades beneficentes não somente irá enriquecer seu curriculum como também poderá aumentar a sua visibilidade mediante as empresas. Isso também poderá somar pontos para contratos temporários e para prova de títulos em concursos públicos.

7. Nada além da verdade Não enfeite. Seja quem você é. Você deve levar sua vida profissional com integridade. Não minta em hipótese alguma pois mentira tem perna curta. 8. Apareça Participe de eventos. Seja social. Isso aumentará seus contatos, experiências e até mesmo suas possibilidades de crescimento. 9. Esteja na internet Procure deixar seu curriculum amostra no máximo de sites que você puder. Crie uma conta no Linkedin. Esta é uma rede profissional. Procure brilhar. 10. Atualize seu curriculum Você deve atualizar seu curriculum periodicamente. Isso mostrará que você estará sempre evoluindo. Acesse: www.italucolares.com.br Dr. Ítalu Colares, PhD Pós Doutorando em E-Learning

O CERTIFICADO DE UMA PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU CURSADA NO EXTERIOR NA MODALIDADE EAD VALE NO BRASIL?

O CERTIFICADO DE UMA PÓS GRADUAÇÃO
O CERTIFICADO DE UMA PÓS GRADUAÇÃO

A maior parte das pessoas no Brasil que são detentoras de condições economicas “privilegiadas” quando têm a esperada oportunidade de sair para o exterior e cursar sua pós graduação Lato Sensu não perdem tempo e embarcam de cabeça nessa idéia. Não é raro vermos personalidades e famosos que vão estudar nos Estados Unidos.

Mas isso hoje não é oportunidade aberta apenas para famosos e celebridades. Hoje com o mundo globalizado, não são apenas os abastados que podem ter essa oportunidade. Com o avanço da Educação EAD, uma pessoa estando no Brasil poderá cursar sua pós graduação lato sensu de quaisquer partes do mundo, desde que seja ofertado esse programa por determinada faculdade ou universidade sob a modalidade EAD.

O problema é quando essa pessoa deseja voltar para o Brasil e utilizar seus conhcimentos e exercer sua profissão no Brasil. Eles têm aquela dúvida: Será que meu certificado irá valer no Brasil?

Pensando nisso escrevemos esse artigo com o fim de desmistificarmos o assunto e deixar bastante digestivo para o entendimento de quaisquer pessoas.

O QUE É UMA PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU?

Lato sensu é uma expressão em latim que significa, literalmente, “em sentido amplo”, em contraposição ao stricto sensu (“sentido estrito”).

Isso tem a ver com o conceito de Educação superior continuada. Esse conceito é a designação que se dá aos cursos de pós-graduação que são regulados pelo ministério da educação e pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

Sua duração mínima é de 360 horas (especialização) sendo concebidos para serem cursados por pessoas que já encontram-se desempenhando atividades no mundo do trabalho simultaneamente.

Fornece um título acadêmico Lato Sensu, nos graus de Aperfeiçoamento e Especialização, os cursos lato sensu oferecidos são valorizados no mercado de trabalho. Assim, pessoas com atuação nas mais diversas áreas optam por um curso lato sensu não só pela facilidade de aplicação do profissional formado conforme as necessidades das empresas, quanto no prosseguimento em sua atividade profissional, isso também porque, em geral, tais cursos tendem a ter maior foco na aplicação prática dos conceitos, melhorando, assim, o desempenho na atuação profissional.

Esses programas não são muito usuais nos Estados Unidos da América e nem na Europa.  Neles oferta-se com mais facilidade os cursos de Pós Graduação Stricto Sensu (Mestrado e Doutorado).

E AGORA O CERTIFICADO DE UMA PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU CURSADA NO EXTERIOR VALE OU NÃO VALE NO BRASIL?

Você já deve estar curioso. Então vamos lá. Os cursos de Pós graduação Lato Sensu são mais utilizados no Brasil do que no Exterior. Nele após a conclusão o aluno recebe um certificado. Nesse curso o aluno não recebe diploma. Os cursos profissionalizantes trabalham com a emissão de certificado. Os cursos de Extensão também trabalham com a emissão de certificados. Assim também acontece com os cursos denominados livres pela LDB e cursos de idiomas.

Em conformidade com o Conselho Nacional de Educação, conforme parecer emitido pelo mesmo órgão, os cursos de pós graduação Lato Sensu cursados no exterior não estão sujeitos a revalidação. A revalidação de Diplomas estrangeiros somente se aplica para cursos Superiores, de Graduação, Mestrado e Doutorado cursados no Exterior. Esse processo não pode ser aplicado para programas como: Qualificação Profissional, Cursos Livres, Cursos de Idiomas, Extensão Universitária e Pós Graduação Lato Sensu . Cursos e programas que emitem certificados não podem ser submetidos a quaisquer processos de revalidação de Diplomas. Esse processo somente pode ser aplicado para cursos que emitem diplomas.

Resumindo: o certificado da Pós Graduação Lato Sensu cursada no exterior, independente da área cursada e da modalidade de ensino (Presencial ou EAD) são válidas automáticamente no Brasil sem necessidade de quaisquer outros procedimentos.

COMO ESCOLHER A UNIVERSIDADE PARA CURSAR SUA PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU NOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA?

Agora que você esta seguro com relação aos seus direitos no Brasil, já esta pensando no peso que um certificado americano poderá lhe oferecer não é mesmo?

O primeiro passo é escolher a Universidade em que você irá estudar nos Estados Unidos. Mesmo os Estados Unidos estar entre os primeiros países colocados no Racking com a melhor educação do mundo, é necessário cautela no momento de escolher uma universidade para cursar esse tipo programa. Apesar das universidades americanas serem organismo autônomos (elas funcionam por si mesmas) é importante você levar em consideração alguns fatores a seguir antes de se decidir:

  1. Acreditação da Universidade:A Acreditação é uma ação opcional de gestão educacional da Instituição Universitária nos EUA, mas não praticada na gestão educacional da maioria dos outros países, inclusive os de Língua Portuguesa. Acreditação é a validação do programa de instrução de uma universidade por uma agência autorizada a prestar uma avaliação acadêmica do processo de concessão de grau da instituição. Não é geralmente praticada em países fora dos Estados Unidos. Os ministérios da educação nos diferentes países regulam suas próprias faculdades e universidades.

Nos Estados Unidos, existem associações de acreditação regionais, além de organizações privadas selecionadas, que credenciam áreas específicas (por exemplo, negócios e enfermagem). O que não é conhecido para a maioria dos estudantes é que o governo dos Estados Unidos não controla ou regula faculdades, universidades ou associações de acreditação, exceto em relação com o reembolso de valores aos estudantes que se qualificam para esses fundos.

As Universidades Americanas são órgãos autônomos que são submetidos as suas próprias normas estatutárias e de seu Estado Americano de Origem. Mesmo assim as universidades que possuem certo prestigio nos estados Unidos da América gozam da acreditação de uma associação acreditadora universitária. A acreditação universitária nos Estados Unidos é algo opicional. Não é porque uma universidade não possui uma agencia acreditadora que ela esta ilegal. Existem várias universidades nos Estados Unidos que atuam a décadas sem acreditadoras e nem por isso são ilegais.

Porém recomenda-se que você procure universidades que possuam acreditações de agencias acreditadoras americanas.

  1. Corpo Docente:Você deve ter acesso para verificar a qualidade do corpo docente disponibilizado pela universidade em questão. Procure saber se a mesma possui a maior parte do seu corpo docente composta por doutores e até mesmo pós doutores.
  2. Modalidade de Ensino:Procure universidades que possam oferecer as principais modalidades de ensino: Presencial ou á distancia. Você deve pensar nisso, pois caso queira quaisquer uma dessas modalidades, as mesmas possam estar disponíveis para você. Caso queira estudar presencialmente veja se facilmente esta instituição de sua pretensão oferta espaço físico adequado para seminários e defesa de trabalhos ciêntificos que naturalmente serão exigidos durante o curso. Em caso de desejar estudar a distancia, se certifique de que essa instituição tenha e oferte tecnologias adequadas e sistemas para o ensino EAD de maneira satisfatória.
  3. Metodologia de Ensino:Certifique-se que a instituição oferece metodologia de ensino adequada que seja apoiada e aprovada por pesquisadores das áreas das ciências educacionais.
  4. Integridade Institucional:Verifique se a instituição de ensino pretendida por você, se possui ou não “sujeira debaixo do tapete”, se possui ou não reclamações na internet, se a mesma responde a alguma ação judicial ou até mesmo criminal, se a mesma possui nome sujo, se a mesma possui alunos falando bem ou mau dela. Verifique também sua avaliação na internet. Todas essas são maneiras de evitar problemas futuros.
  5. Departamento de Educação:Não há Ministério da Educação nos EUA, no formato usual de muitos outros países. Há o Departamento de Educação que prioriza o controle da Educação como um todo (verbas, aspectos constitucionais, bolsas de estudos, entre outros). As Secretarias de Estado têm a plena autonomia legal para autorizar e legislar o funcionamento das instituições de ensino superior em seus próprios Estados. As Faculdades e Universidades Americanas gozam, nos EUA, verdadeiramente, da plena autonomia universitária para seu funcionamento desde que sejam obedecidas as leis pétreas constitucionais. As universidades americanas são registradas estadualmente. Elas devem estar registradas junto ao departamento de educação do seu estado. Verifique se a mesma possui esse registro e de preferências aquelas que são registradas nesses órgãos.
  6. Que forneça a documentação Legalizada para seu país:Dê preferências as universidades que além de lhe entregarem o diploma no termino do curso, que ela lhe auxilie para legalizar sua documentação de conclusão em seu país. Isso pode ser feito por meio da legalização consultar ou até mesmo por meio da notaria e apostilamento conforme a Convenção de Haia (em caso de país signatário dessa mesma convenção.

Obs. Não confunda legalização com revalidação. Legalização é o serviço cartorario com o fim de confirmar a autenticidade documental daquele documento no país do concludente do curso desejado.

  1. Universidade que seja aberta para brasileiros:A maior parte das universidades americanas exigem que seus alunos falem o inglês fluente. Isso pode ser um problema para muitos. Dê preferência para universidades que recebam bem os brasileiros e que também possam se comunicar bem com você. Que seu corpo docente seja composto por brasileiros e fluentes em português.

SUGESTÃO DE UNIVERSIDADE PARA CURSAR SUA PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU NOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA.

Agora iremos expor uma opinião acerca de uma universidade que possui as características acima citadas como padrão. A recomendação é a EBWU – Emil Brunner World University.

  1. Acreditação da Universidade:A EBWU possui acreditação pelo menos de 5 acreditadoras de respeito nos Estados Unidos da América: International Association of Universities, American University Consortium, AAHEA, IOED, California University.
  2. Corpo Docente:Mais de 80% do corpo docente da EBWU são doutores e até mesmo pós doutores brasileiros e fluentes em português.
  3. Modalidade de Ensino:A EBWU oferta todos os seus programas na modalidade EAD. Isso quer dizer que você não precisará viajar para cursar seu PhD. Para aqueles que desejam viajar para defender sua tesa na universidade, a EBWU possui um espaço que serve perfeitamente para: defesas, workshops, seminários, aulas.
  4. Metodologia de Ensino:A EBWU possui duas metodologias e adota as mesmas para ambas as modalidades. São as seguintes metodologias: PBL e Macipies.
  5. Integridade Institucional:A EBWU possui uma das melhores avaliações da internet. Possui vários depoimentos favoráveis de alunos. Possui mais de 100 mil seguidores na internet e é a única universidade nos estados unidos que possui um convenio com a secretaria de Justiça de Santa Catarina. A mesma oferta a duração dos seus programas de acordo conforme estabelecido pela Comissão Independente para a Educação na regra 6E 2004 (4) FAC. A autorização dos seus cursos estão de acordo com a Section 1005.06 (1)(f), FS e de acordo com a Rule 6E-5.001, Fla, Admin. Code.
  6. Departamento de Educação:A EBWU-Emil Brunner World University é uma universidade registrada na Flórida sob o código de Autenticação Número 141203101417-800277052878#1 desde 2014. Está devidamente registrada no Departamento de Educação da Flórida e está devidamente autorizada pela Comissão para Educação Independente para sua atuação.
  7. Documentação Legalizada para seu país:Caso seja desejo do aluno o mesmo poderá notariar e apostilar seu documento conforme reza a Convenção de Haia. Quando pedido pelo concludente a EBWU se compromete a encaminhar os documentos de conclusão de quaisquer um de seus programas para ser notariado e apostilado conforme a convenção supracitada, sem que aluno precise ir a Miami-FL.
  8. Universidade que seja aberta para brasileiros:A EBWU foi aberta como a Universidade Americana para Brasileiros em todo O Mundo que Não Falam Inglês. A diretoria da mesma é composta por brasileiros, além da maior parte do seu corpo docente. Nela você não precisará saber falar inglês para estudar.

Gostou do Artigo?

Quer saber mais acerca da EBWU?

Acesse www.ebwus.com/BR

O QUE É A EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA, PARA QUE SERVE E CASO DESEJE CURSA-LA NO EXTERIOR ONDE DEVE-SE CURSAR?

O QUE É A EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA, PARA QUE SERVE E CASO DESEJE CURSA-LA NO EXTERIOR ONDE DEVE-SE CURSAR?

A extensão universitária ou extensão acadêmica é uma ação de uma universidade junto à comunidade a seu redor, disponibilizando, ao público externo à universidade, o conhecimento adquirido com o ensino e a pesquisa desenvolvidos dentro da universidade. Essa ação produz um novo conhecimento a ser trabalhado e articulado.

É um conceito adotado pelas universidades (especialmente no Brasil) que se refere ao contato imediato da comunidade interna de uma determinada instituição de ensino superior com a sua comunidade externa, em geral a sociedade à qual ela está subordinada. A ideia de extensão está associada à crença de que o conhecimento gerado pelas instituições de pesquisa deve necessariamente possuir intenções de transformar a realidade social, intervindo em suas deficiências e não se limitando apenas à formação dos alunos regulares daquela instituição.

Geralmente eles contam com uma carga horária que poderá variar até 150 horas. São muito utilizadas nos chamados cursos de Verão. Também são amplamente ofertadas em jornadas acadêmicas.

No Brasil, a extensão é um dos pilares do ensino superior, conjuntamente com o ensino e a pesquisa, conforme dispõe o artigo 207, caput, da Constituição Federal. Deve ser valorizada, portanto, por ser uma forma de interação entre a população e a universidade.

No exterior ela também é utilizada. Eu mesmo tive a experiência de cursar uma extensão universitária por uma das melhores universidades do mundo, a Universidade de Harvard.

Recomendo que curse no exterior pois assim seu curriculum estará mais enriquecido. Cursos promovidos por universidades localizadas em países de primeiro mundo sempre será uma boa pedida.

O CERTIFICADO EMITIDO

Na conclusão desse curso é emitido um certificado de conclusão de curso. O mesmo é aceito em prova de títulos, para o exercício profissional, acadêmico e para preenchimento curricular, além de ser aceito por faculdades e universidades em cursos superiores como atividade complementar.

É importante que se saiba que uma extensão universitária cursada no exterior sempre irá ser melhor para seu portador do que possuir uma extensão universitária nacional. Um dos principais motivos é pelo fato do Brasil possuir um dos piores índices educacionais do mundo.

Você já deve estar curioso. Então vamos lá. É importante que você saiba que: em conformidade com o Conselho Nacional de Educação, conforme parecer emitido pelo mesmo órgão, os cursos de extensão universitária cursados no exterior não estão sujeitos a revalidação. A revalidação de Diplomas estrangeiros somente se aplica para cursos Superiores, de Graduação, Mestrado e Doutorado cursados no Exterior.

ONDE CURSAR SUA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: NOS ESTADOS UNIDOS É CLARO!!!

Agora que você esta seguro com relação aos seus direitos no Brasil, já esta pensando no peso que um certificado americano poderá lhe oferecer não é mesmo?

O primeiro passo é escolher a Universidade em que você irá estudar nos Estados Unidos. Mesmo os Estados Unidos estar entre os primeiros países colocados no Racking com a melhor educação do mundo, é necessário cautela no momento de escolher uma universidade para cursar esse tipo programa. Apesar das universidades americanas serem organismo autônomos (elas funcionam por si mesmas) é importante você levar em consideração alguns fatores a seguir antes de se decidir:

  1. Acreditação da Universidade:A Acreditação é uma ação opcional de gestão educacional da Instituição Universitária nos EUA, mas não praticada na gestão educacional da maioria dos outros países, inclusive os de Língua Portuguesa. Acreditação é a validação do programa de instrução de uma universidade por uma agência autorizada a prestar uma avaliação acadêmica do processo de concessão de grau da instituição. Não é geralmente praticada em países fora dos Estados Unidos. Os ministérios da educação nos diferentes países regulam suas próprias faculdades e universidades.

Nos Estados Unidos, existem associações de acreditação regionais, além de organizações privadas selecionadas, que credenciam áreas específicas (por exemplo, negócios e enfermagem). O que não é conhecido para a maioria dos estudantes é que o governo dos Estados Unidos não controla ou regula faculdades, universidades ou associações de acreditação, exceto em relação com o reembolso de valores aos estudantes que se qualificam para esses fundos.

As Universidades Americanas são órgãos autônomos que são submetidos as suas próprias normas estatutárias e de seu Estado Americano de Origem. Mesmo assim as universidades que possuem certo prestigio nos estados Unidos da América gozam da acreditação de uma associação acreditadora universitária. A acreditação universitária nos Estados Unidos é algo opcional. Não é porque uma universidade não possui uma agencia acreditadora que ela esta ilegal. Existem várias universidades nos Estados Unidos que atuam a décadas sem acreditadoras e nem por isso são ilegais.

Porém recomenda-se que você procure universidades que possuam acreditações de agencias acreditadoras americanas.

  1. Corpo Docente:Você deve ter acesso para verificar a qualidade do corpo docente disponibilizado pela universidade em questão. Procure saber se a mesma possui a maior parte do seu corpo docente composta por doutores e até mesmo pós doutores.
  2. Modalidade de Ensino:Procure universidades que possam oferecer as principais modalidades de ensino: Presencial ou á distancia. Você deve pensar nisso, pois caso queira quaisquer uma dessas modalidades, as mesmas possam estar disponíveis para você. Caso queira estudar presencialmente veja se facilmente esta instituição de sua pretensão oferta espaço físico adequado para seminários e defesa de trabalhos ciêntificos que naturalmente serão exigidos durante o curso. Em caso de desejar estudar a distancia, se certifique de que essa instituição tenha e oferte tecnologias adequadas e sistemas para o ensino EAD de maneira satisfatória.
  3. Metodologia de Ensino:Certifique-se que a instituição oferece metodologia de ensino adequada que seja apoiada e aprovada por pesquisadores das áreas das ciências educacionais.
  4. Integridade Institucional:Verifique se a instituição de ensino pretendida por você, se possui ou não “sujeira debaixo do tapete”, se possui ou não reclamações na internet, se a mesma responde a alguma ação judicial ou até mesmo criminal, se a mesma possui nome sujo, se a mesma possui alunos falando bem ou mau dela. Verifique também sua avaliação na internet. Todas essas são maneiras de evitar problemas futuros.
  5. Departamento de Educação:Não há Ministério da Educação nos EUA, no formato usual de muitos outros países. Há o Departamento de Educação que prioriza o controle da Educação como um todo (verbas, aspectos constitucionais, bolsas de estudos, entre outros). As Secretarias de Estado têm a plena autonomia legal para autorizar e legislar o funcionamento das instituições de ensino superior em seus próprios Estados. As Faculdades e Universidades Americanas gozam, nos EUA, verdadeiramente, da plena autonomia universitária para seu funcionamento desde que sejam obedecidas as leis pétreas constitucionais. As universidades americanas são registradas estadualmente. Elas devem estar registradas junto ao departamento de educação do seu estado. Verifique se a mesma possui esse registro e de preferências aquelas que são registradas nesses órgãos.
  6. Que forneça a documentação Legalizada para seu país:Dê preferências as universidades que além de lhe entregarem o diploma no termino do curso, que ela lhe auxilie para legalizar sua documentação de conclusão em seu país. Isso pode ser feito por meio da legalização consultar ou até mesmo por meio da notaria e apostilamento conforme a Convenção de Haia (em caso de país signatário dessa mesma convenção.

Obs. Não confunda legalização com revalidação. Legalização é o serviço cartorário com o fim de confirmar a autenticidade documental daquele documento no país do concludente do curso desejado.

  1. Universidade que seja aberta para brasileiros:A maior parte das universidades americanas exigem que seus alunos falem o inglês fluente. Isso pode ser um problema para muitos. Dê preferência para universidades que recebam bem os brasileiros e que também possam se comunicar bem com você. Que seu corpo docente seja composto por brasileiros e fluentes em português.

SUGESTÃO DE UNIVERSIDADE PARA CURSAR SUA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA NOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA.

Agora iremos expor uma opinião acerca de uma universidade que possui as características acima citadas como padrão. A recomendação é a EBWU – Emil Brunner World University.

  1. Acreditação da Universidade:A EBWU possui acreditação pelo menos de 5 acreditadoras de respeito nos Estados Unidos da América: International Association of Universities, American University Consortium, AAHEA, IOED, California University.
  2. Corpo Docente:Mais de 80% do corpo docente da EBWU são doutores e até mesmo pós doutores brasileiros e fluentes em português.
  3. Modalidade de Ensino:A EBWU oferta todos os seus programas na modalidade EAD. Isso quer dizer que você não precisará viajar para cursar seu PhD. Para aqueles que desejam viajar para defender sua tesa na universidade, a EBWU possui um espaço que serve perfeitamente para: defesas, workshops, seminários, aulas.
  4. Metodologia de Ensino:A EBWU possui duas metodologias e adota as mesmas para ambas as modalidades. São as seguintes metodologias: PBL e Macipies.
  5. Integridade Institucional:A EBWU possui uma das melhores avaliações da internet. Possui vários depoimentos favoráveis de alunos. Possui mais de 100 mil seguidores na internet e é a única universidade nos estados unidos que possui um convenio com a secretaria de Justiça de Santa Catarina. A mesma oferta a duração dos seus programas de acordo conforme estabelecido pela Comissão Independente para a Educação na regra 6E 2004 (4) FAC. A autorização dos seus cursos estão de acordo com a Section 1005.06 (1)(f), FS e de acordo com a Rule 6E-5.001, Fla, Admin. Code.
  6. Departamento de Educação:A EBWU-Emil Brunner World University é uma universidade registrada na Flórida sob o código de Autenticação Número 141203101417-800277052878#1 desde 2014. Está devidamente registrada no Departamento de Educação da Flórida e está devidamente autorizada pela Comissão para Educação Independente para sua atuação.
  7. Documentação Legalizada para seu país:Caso seja desejo do aluno o mesmo poderá notariar e apostilar seu documento conforme reza a Convenção de Haia. Quando pedido pelo concludente a EBWU se compromete a encaminhar os documentos de conclusão de quaisquer um de seus programas para ser notariado e apostilado conforme a convenção supracitada, sem que aluno precise ir a Miami-FL.
  8. Universidade que seja aberta para brasileiros:A EBWU foi aberta como a Universidade Americana para Brasileiros em todo O Mundo que Não Falam Inglês. A diretoria da mesma é composta por brasileiros, além da maior parte do seu corpo docente. Nela você não precisará saber falar inglês para estudar.

Gostou do Artigo?

Quer saber mais acerca da EBWU?

Acesse www.ebwus.com/BR